Outubro Rosa: Legislativo realiza atividades de conscientização em Macaé

Na manhã desta quinta-feira (19), a Câmara Municipal de Macaé realizou uma palestra sobre o câncer de mama para reforçar a campanha Outubro Rosa, que acontece mundialmente nos meses de outubro. Para esclarecer as dúvidas dos servidores, estiveram presentes profissionais do Programa de Saúde da Mulher e do Núcleo de Atendimento à Mulher (Nuamc) da Aroeira. A atividade também foi acompanhada pelos alunos do nono período de enfermagem da Faculdade Estácio de Sá.

A programação da semana começou na terça-feira (17), quando o Setor de Saúde da Câmara reuniu os servidores em uma mobilização sobre a causa. Já na quarta-feira (18), o público que compareceu à sessão recebeu cartões com mensagens de prevenção do câncer de mama, além de fitas com a cor da campanha para reforçar a iniciativa. A entrega também foi estendida aos setores e aos gabinetes.

No início da palestra, a coordenadora do Programa Saúde da Mulher, Alessandra Lofiego, apresentou dados sobre a doença no Brasil. O câncer de mama é o tipo mais comum, diagnosticado em 25% dos casos e, em 80% deles, atinge mulheres entre 50 e 69 anos. Porém, está cada vez mais comum a incidência de casos antes dos 30 anos. Em 2016, 57,5 mil pessoas tiveram a doença. Cerca de 1% desse total foi em homens.

“É muito importante que todos saibam a importância dos exames preventivos e, principalmente, do autoexame. Além disso, os cuidados para evitar a doença são fundamentais. Estudos comprovam que as pessoas que praticam exercícios com regularidade e se alimentam corretamente, por exemplo, podem reduzir em até 30% as chances de ter o câncer de mama”, alertou Alessandra.

Ao final da palestra, a servidora Sandra Araújo compartilhou sua história com os presentes. Em 2005, ela descobriu que tinha a doença. “Nunca passou pela minha cabeça que eu pudesse morrer, mas passei por momentos muito difíceis, O pior talvez tenha sido quando eu vi as marcas do tratamento no meu corpo. Eu não tinha o hábito de fazer o autoexame e jamais poderia imaginar que teria um câncer. Depois do tratamento e de sete anos de medicação, venci”, comemorou.

Apoio

O presidente da Comissão de Saúde, Welberth Rezende (PPS), participou do evento. Emocionado, ele falou sobre um recente caso de câncer de mama na família. “A minha mãe foi diagnosticada no ano passado e é uma situação bem complicada, mas estivemos sempre juntos. Sabemos o quanto é importante ter campanhas que esclareçam a sociedade, e a comissão sempre apoiará essas iniciativas”, acrescentou.

Deixe uma resposta